quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Tutorial Raio de Sol em Corel


> abra o corel
> novo
> selecione a ferramenta retângulo
> Crie um do tamanho que desejar
> Tranforme ele em curva
> Clique em um dos nós e aperte delete
> Selecione o quadrado e dê mais um clique para poder rotacionar
(no centro do objeto vai ficar uma bolinha que mostra o centro do eixo de rotação)
>arraste a "bolinha" até a unica ponta do objeto (retangulo)
> va no menu > organizar > transformações > girar
(uma nova janela vai abrir no canto direito do corel
> coloque um numero do angulo de rotação (45)
> pressione aplicar ao duplicado ate ficar com este efeito ae

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Mapa Festival Terra Santa



Mapa para chegar o Festival Terra Santa.

Maquete Festival Terra Santa



Galera to postando a maquete do Festival Terra Santa 2009.
Mais informações no site: http://www.terrasanta2009.com.br/preview/

Vamos lá! Está chegandoooooo!

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Pequenas cidades, grandes indústrias


Eu fico indignada com as grandes indústrias que chegam em nossas cidades, não pagam impostos municipais e ainda por cima detonam com o meio ambiente.
Ai você me fala, é mas gera muitos empregos na região e blábláblá...que nada!
A maioria dos funcionários dessas indústrias são pessoas de outros estados...e pode até gerar empregos sim, mas passa algum tempo de serviço e olha um sem o dedo, o outro sem a mão e assim vai. Ah, mas também fazem girar a economia em torno do município! E daí? Quer dizer que nossas nascentes de rios, a mata ciliar, os animais e os próprios seres humanos que trabalham muitas vezes sem dignidade, de nada valem? Estão abrindo mão disso tudo pela economia, pelo capitalismo exacerbado?! Poderiam colocar em prática o capitalismo humanitário, com o dever de se preocupar primeiramente com a saúde, a vida, o meio ambiente, as condições de trabalho, depois disso, sim o lucro.

As indústrias chegam em nossas cidades e contaminam os lençóis freáticos, desfazem o ecossistema aquático que há na região, criam canais e piscinas ocultas para liberar os lixos e até mesmo fazem isso antes da captação de água da cidade, fazendo com que a cidade toda receba em suas caixas d'água essa água misturada com lixo industrial.
Há um desprezo e despreocupação por parte dos empresários tão grande com a qualidade da saúde dos cidadãos, os animais silvestres e o habitat em que vivemose e não posso deixar de citar também a conivência do poder público em relação a esses fatos, pois fingem não perceber o mal que estão causando.

E enquanto nós cidadãos, que pagamos impostos e fazemos girar a roda da economia, não lutarmos por condições justas e humanas de saúde e trabalho continuarão ocorrendo esses tipos de situações. Enquanto não exigirmos do poder público a diária fiscalização nessas indústrias e leis mais rigorosas continuarão a fazer de nós meros fantoches.


Dica de filme:
Nação Fast Food

Foto: acidente industrial na cidade de Rio Verde - GO, onde a PERDIGÃO deixou "escapulir" um lixo a mais em uma de suas piscinas. Detalhe: isso foi jogado antes da captação de água do rio Abóbora.

Goiás: a capital e os interiores

Eu nasci na capital. Mas me mudei para o interior. Sorte a minha. Ou azar.
Quase tudo tem seu lado bom e o lado ruim, capitais e interiores também.

Goiânia é uma capital muito bonita, é hoje uma das cidades mais arborizadas do mundo, com 94m² por habitante. Andar lá é uma delícia, pode estar fazendo aquele sol de rachar mamona que as sombras das árvores amenizam o calor e ainda deixa o ar mais úmido. Na capital tem muitos museus, inúmeras salas de cinemas espalhadas por toda cidade, shoppings de compras, parques e bosques, bares em pontos badalados da cidade, grandes hipermercados, avenidas e ruas largas, diga-se de passagem, muito bem planejada. Enfim é um sonho...sonho que pode ter algumas interrupções desagradáveis. O trânsito de Goiânia, daqui uns 10 anos, não suportará de veículos. Hoje é um caos, ônibus, carros, motos, bicicletas e pedestres brigando para ter um espaço. Coitados daqueles que tem que depender de ônibus, que vida triste. ônibus lotados, andar um trajeto enorme em pé debaixo de pessoas suadas com um cheiro não muito agradável, ter que enfrentar pontapés e empurrões na hora de entrar dentro dos ônibus nos terminais...é uma odisséia. Não posso deixar de comentar, o enorme índice de criminalidade que há na cidade grande. Pessoas sendo assaltadas a todo momento, esfaqueadas, baleadas...

Já nos interiores, ainda hoje existem alguns pequenos municípios no estado de Goiás, que são bem arborizados, mas a maioria deles não. Moro em Rio Verde, sofro e vejo muitos outros sofrendo com a falta delas. Estão com um projeto para arborizar mais a cidade, estava passando da hora. É engraçado que as donas de casas e empresários reclamam pelas folhas ou flores que caem das árvores e por isso mandam cortá-las, mas quando vão estacionar o carro o que procuram? Ou quando vão sentar na porta de casa o que procuram? A bela sombra de uma árvore...que hipocrisia!
A alegria dos interioranos são os shoppings centers...quando vão a capital não podem deixar de dar uma passadinha lá. Mas também, quanta coisa bela que lá existe. A vida interiorana é bem mais pacata do que um que vive na capital. Um pouco sossegada, mas infelizmente a criminalidade está nos invadindo...os bandidos, ladrões preguiçosos, furtam aquilo que geralmente pessoas de bem trabalharam tanto tempo para adquirir. É bom conhecer todo mundo da cidade, cumprimentá-los...na capital não vemos tantas "gentilezas" quanto nos interiores, mas no fundo o povo goiano tem um grande coração, acolhe todos os outros migrantes, gaúchos, paulistas, nordestinos...enfim o povo goiano é um povo bom.

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Editora Positivo promove espetáculo teatral em Rio Verde


Temporada terá uma sessão beneficente aberta ao público.

A entrada é um quilo de alimento não perecível.



Entre os dias 21 e 22 de setembro o Auditório Jairo Neves – Senac receberá quatro apresentações da peça teatral Cantar e Viver o Brasil. Destinada para adolescentes de 13 a 17 anos, o espetáculo conta a história política do país e a trajetória da Música Popular Brasileira do século XX. Além dos estudantes, o público em geral também poderá conferir a encenação em uma sessão beneficente, que acontece dia 22, às 20h. Para isto, basta cada espectador trocar um quilo de alimento não perecível pelo ingresso, que será destinado à Associação Beneficente André Luiz.



Cantar e Viver o Brasil é uma produção da Harmonia Produções Artísticas e Culturais LTDA., com direção da Cia. de Teatro Regina Vogue, ambas de Curitiba (PR). No palco, os fatos e os momentos mais importantes da nação brasileira percorrem décadas, da República Velha à atualidade, conduzidos por adolescentes imersos em uma fascinante busca pelo saber. A peça teatral revive a história contemporânea brasileira, reunindo momentos de alegrias, tristezas, euforias e reflexões. Em cena, os atores mostram o amadurecimento do país, suas conquistas e suas paixões.



A realização do espetáculo faz parte das ações de Marketing Cultural da Editora Positivo – empresa do Grupo Positivo, maior corporação educacional do país – que tem o intuito de aliar o entretenimento ao conhecimento, disseminando o teatro em todo território nacional. Ao todo, a turnê deste espetáculo beneficiará mais de 47 mil alunos de 425 Escolas Conveniadas ao Sistema Positivo de Ensino de 18 cidades nos Estados do Paraná, de Minas Gerais, de Goiás e do Distrito Federal.



"O espetáculo vai além de uma experiência didática porque une conhecimento e arte, resgata a memória de um povo por meio da música, contribuindo para despertar uma consciência mais analítica e ativa em cada cidadão", afirma Alessandra Meira, coordenadora do Núcleo de Ações Especiais da Editora Positivo, responsável pelo projeto.



Para complementar a iniciativa, também foi criado um site exclusivo do espetáculo (www.cantareviverobrasil.com.br), no qual alunos e professores podem se divertir e interagir com o conteúdo da peça e, ainda, participar de um concurso cultural. O estudante que criar a melhor paródia da música “Alegria, Alegria”, de Caetano Veloso, com a estrofe “Caminhando contra o vento sem lenço sem documento, no sol de quase dezembro, eu vou”, contendo a palavra “Positivo” uma única vez, irá ganhar um Ipod Touch 8GB e o professor indicado pelo aluno vencedor ganhará um Positivo Mobile Mobo 7. Já a escola que tiver o maior número de alunos cadastrados no concurso será premiada com um Datashow.



Teatro de bonecos: Encanta Brasil


SERVIÇO

Peça: Cantar e Viver o Brasil

Programação em Rio Verde (GO)

Dia 22/9/2009, 10h00

Dia 22/9/2009, às 20h – Sessão beneficente aberta ao público – Entrada: 1 kg de alimento não perecível.


Local: Auditório Jairo Neves - Senac – End.: R. Ilídio Leão, 154 – Vitória Régia

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Trânsito, um ciclo perigoso



Eu morro de rir do trânsito. Não dele em si sabe...mas das pessoas. São elas que fazem com que ele fique engraçado. Observe que engraçado nem sempre quer dizer, divertido. Nesse caso, não.
Convivemos em alguns ciclos distintos de pessoas que interagem através do relacionamento de uma pessoa com outra e é nele que expressamos o sentimento, as emoções. Há os relacionamentos de trabalho, de faculdade, o familiar e as amizades. E, observando as pessoas, as suas ações e reações, percebo que o trânsito também é um ciclo de relações, mesmo que você não conheça a maioria dos que estão transitando nas ruas.
O trânsito para alguns é a pista de Jacarépaguá. Ultrapassa aqui, ultrapassa ali, ultrapassa todos os carros que estão na frente, ele tem que chegar primeiro, ser o vencedor, estar no pódio. Esses são os soberbos, os melhores que todos. Mas muitos corredores nesse percurso, capotam os carros, atropelam os que assistem e por ai vai. Só que no trânsito, não há pódio para aquele que dirige mais depressa, que ultrapassa todo mundo tornando aquilo uma competição.
Tem também aqueles que acham ainda estar praticando aula de volante. Meus Deus! Que lentidão. Não que precise dirigir como os do primeiro exemplo, não! Só é preciso ter uma resposta mais rápida. 30/40 km por hora está ótimo.
Há os que acabaram de ser demitidos, os que descobriram que a mulher está traindo, os que acabaram de terminar um namoro...esses estão com vontade de matar ou morrer! Cuidado! Uma ação sua, mal planejada no trânsito e está feito, ele te xinga e acaba com você.
Existem também os bonzinhos. Mas esses quase sempre acabam numa pior. Um que tentou avisar que a porta do outro carro não estava fechada acabou sendo assassinado pelo motorista. É assim...novamente as pessoas provam que não sabem conviver bem nos seus diversos ciclos...não se respeitam e nem respeitam a si próprios. Carregam armas no carro, barras de ferro, armas brancas e pra quê? Para descontar a raiva em alguém que apenas quer chegar em casa logo e tomar um banho depois de um dia cansativo e estressante? Para acabar com a vida daquele que está indo à padaria comprar um leite para seus filhos?
A pressa, a raiva, a soberba...todos nós estamos sujeitos a ter em determinados momentos alguns desses terríveis sentimentos e, no trânsito isso se torna uma arma. Cuidado para não se suicidar e ainda ferir alguns meros coadjuvantes.
Eu continuo a rir...pois a ignorância do ser humano é tão grande que mesmo depois de ler tudo isso...continuamos a cometer os mesmos erros.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Instrospectiva

Sou muito indecisa e desconfio de tudo e de todos. Conservadora, acredito nas coisas as quais desejo, sou confiável, amo escutar o que as pessoas tem a dizer, amo ler, me interesso por tudo, por isso sou curiosa demais. Sou uma pessoa calma, mas que não sei driblar o stress do dia-a-dia. Preocupo-me com o amanhã e as vezes isso me tira o sono. Amo incondicionalmente meu Deus, minha família e meus amigos. Sonhadora sou, eternamente serei. Gosto de desafios que provam a mim mesma a minha capacidade. Tenho o hábito de observar as pessoas, as suas ações, as ações destrutivas quase nunca construtivas, a ignorância, a falta de sabedoria. Não que eu goste do que vejo, mas sinto falta do que não vejo, do que não ouço...a falta de palavras ao receber um gesto de carinho e de amor, um "obrigado", "por favor" são bem-vindos, mas é uma pena que as pessoas se esqueceram dessas palavras... Tenho esperança de um futuro melhor para todo o mundo, principalmente por aqueles que vivem uma vida miserável...esperança de viver num mundo sem vícios, sem preconceitos, sem violência. É engraçado algumas pessoas falarem que não têm preconceito...e ouço a falácia cheia de ignorância de pré-conceito, é possível falar algo de que não conhecemos? De que não vivemos? Não, é impossível...na verdade falam sim e não estão nem um pouco preocupados em quem vão magoar, vão fazer chorar...há muitos corações que sofrem, que choram no silêncio mas que sorri por fora como quem é feliz, mas só precisam do seu estender de mão. Estender a mão não significa que tenha que dar tudo, mas uma palavra de encorajamento pode significar tudo naquele momento. O preconceito não existe somente com os negros, mas também com os pobres, com os imigrantes, com os que tem religião diferente da sua, com culturas...estou cheia de hipócritas que dizem "ah eu não tenho preconceito não" mas passa 3 minutos e estão ali agindo e falando com preconceito. Sou evangélica e ouço coisas engraçadas...GOSPEL não é um ritmo, é um estilo musical de adorar a DEUS, mas dentro dele existe o rock, o samba, o instrumental, o forró, todos os ritmos musicais que você pensar. Agora só porque fala de DEUS, fala de adorar a DEUS, do nosso criador,tem pessoas que mete a boca...porque? É melhor ouvir músicas falando de sexo explícito, de esfregar-se no homem, de traição, de suicídio, de violência, de armas? Deve ser né...o mundo perdeu seus valores...valores como a obediência, a honestidade, o respeito, o senso, o escolher entre bem e o mal...estão indo para o abismo, infelizmente. Estão se auto-destruindo, andando no escuro, às cegas, muitos deles arrastados por outros que também não sabem o caminho. Eu sei o caminho que eu quero seguir, o meu caminho é Jesus, o caminho dele é estreito eu sei, mas no final a recompensa vem e nada melhor do que ser bem recompensado eternamente ao lado de um DEUS que amo e que me ama. Através dos seus ensinamentos hoje posso amar meu próximo, desejar-lhe coisas boas, posso andar em verdade, em novidade de vida, posso perdoar e viver sem mágoas, sem rancor, que é o câncer dessa geração. Em partes, estou aliviada pois não faço parte dela, mas também preocupada com onde isso vai parar...

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Aprendiz 7 - Universitário


Que venha o próximo! Mal acabou o 6 e o Justus anunciou o próximo. Que ótimo!

Ao acompanhar o programa eu pude desfrutar junto com os aprendizes alguns ensinamentos. Como tratar uma marca, como apresentar campanhas, saber se defender e principalmente a argumentar. Sempre cuidar da aparência do PDV. A não aceitar funções somente de busca isso busca aquilo, tem que fazer parte do processo criativo, dar idéias, ajudar nisso naquilo outro, ser pró-ativo, não ficar esperando ou achando que não estão precisando de você. Dar o melhor de si é primordial.

Acabei de me inscrever novamente para o Aprendiz 7 gostaria muito de participr, mostrar a minha capacidade, determinação, a minha criatividade...serão muitos os inscritos. Deus me ajude!

terça-feira, 12 de maio de 2009

Honra aos pais



Em Êxodo 20:12 nós observamos o primeiro mandamento que se obedecido tem promessa, “Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o SENHOR teu Deus te dá”.

Deus está dizendo que se honrarmos nossos pais eles nos dará longevidade de vida, uma vida longa nesta terra.
Primeiramente, vamos verificar o significado de honrar. Segundo o Dicionário Aurélio, honrar significa “Conferir honra; dar crédito ou merecimento a (…) Cobrir de honra; distinguir com honrarias; dignificar, enobrecer, estimar, respeitar, acatar; venerar, lisonjear”. Deus diz: Honra. Honrar é muito mais que simplesmente obedecer, é concordar mesmo que não esteja de acordo.
Em outro também podemos observar a promessa se confirmando: “Honra teu pai e tua mãe para que tudo te corra bem e tenhas longa vida sobre a terra” (Efésios 6.2).
Ele está dizendo filhos, que uma bala perdida não vai te acertar, que você não sofrerá acidente, que você não morrerá cedo, você terá uma vida longa, tudo, TUDO, te correrá bem. Tudo, significa, que TUDO o que você fizer será sucesso, sua carreira profissional, sua vida pessoal terá êxito. Tudo o que fazemos existe conseqüências, boas ou ruins, cabe somente a nós escolher o que queremos receber. A promessa está ai, cabe somente a você cumpri-la ou não. Se sim, tudo o que fizer terá sucesso, terás vida longa, se não, tudo o que fizer será um desastre, nada dará certo e morrerá jovem demais.
Os judeus são o povo mais próspero dessa terra, pois eles são do sangue, da linhada de Jesus, o salvador, mesmo que eles não reconheçam como tal. Eles cumprem a lei, o antigo testamento, de cima em baixo, por isso todas as promessas feitas por Deus são cumpridas na vida deles. Eles simplesmente cumprem os mandamentos.
Quantos hoje pedem benção aos seus pais? Na hora de acordar, de dormir, de sair? Isso realmente é muito importante para as nossas vidas. Deus lhes deu autoridade e responsabilidade sobre nós. Se todos entendessem isso, o mundo seria muito melhor.
90% dos jovens que estão morrendo hoje é conseqüência porque não cumpriram esse mandamento de DEUS. Aquele filho que foi morto porque traficava, quantas vezes a mãe ou o pai pediu para que deixasse essa vida?! Muitas vezes, mas ele não deu crédito.
A crise atual, não é financeira, é familiar, a raiz de toda essa crise. As vezes o pai não teve muita presença na educação do seu filho, o que gera uma dor e a falta de perdão que por conseqüência traz rompimento entre pais e filhos. E cresce uma geração rebelde, que não escuta e nem obedece a seus pais. E é a partir desse ponto, que o problema que antes era só no âmbito familiar, passa também para a sociedade. Pois se o filho não honra seus pais, não vai honrar o seu cônjuge, não vai honrar o chefe da empresa, não vai honrar seus amigos e por ai vai. E daí nada dá certo, vira a crise que estamos vivendo.

Honra teus pais, para que tudo te vá bem, para que você viva muito. Que sua vida seja um sucesso!

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Uma análise dessa geração

O mundo globalizado de hoje, o capitalismo, a independência do ser humano, a busca pela constante satisfação na vida profissional e pessoal têm nos deixado totalmente sem tempo.
A Lei Áurea assinada em 1888 extinguiu o trabalho escravo no Brasil. Entretanto, nas últimas décadas, mesmo com a abolição da escravatura que libertaram os negros e mulatos, mesmo contando com a industrialização e com as mais avançadas tecnologias, negros, mulatos, brancos e amarelos, enfim, do ocidente ao oriente, ainda continuamos escravos. Escravos do dinheiro, escravos do tempo.
O salário mísero pago a maioria dos trabalhadores e a grande fortuna recebida por quem ocupa os mais altos cargos criaram em nós a ânsia de ter mais e mais. Por isso, trabalhamos tanto, por isso ficamos no escritório até tarde da noite ao invés de sairmos no horário certo e aproveitar o tempo com nossas famílias. Vivemos sem tempo para passear com nossas famílias, sem tempo para cuidar de nós mesmos. Erramos ao pensar que ao trabalhar muito, ao conseguir mais dinheiro poderemos oferecer uma vida melhor, até podemos oferecer sim, mas será uma vida de regalias, entretanto, será também uma vida com vazios que não foram preenchidos pelo dinheiro. O amor, o carinho, a união, o respeito, a honra e a obediência são sentimentos que não podem ser conquistados através do dinheiro, só podem ser conquistados com a convivência. "É
melhor a pobreza na própria casa do que a riqueza em um país estrangeiro" (Prov. 27) Isso tudo, me faz ver o quanto somos materialistas, aonde o consumo exagerado torna as pessoas cadê vez mais superficiais. Por esses motivos, hoje vemos pais matando os filhos, filhos assassinando os pais, filhos que simplesmente largam seus pais em asilos por acharem que estão velhos demais e não prestam para mais nada, a vida perdeu seu valor, a família perdeu todos os valores.

Quando penso em família, penso em solidariedade, em amor, em sustentação, em unidade e em base. A família é a base da sociedade, se temos famílias desestruturadas, temos uma sociedade desestruturada e corrompida em seus valores. Casa se refere à família quer como casado que se desdobra na história, quer como grupo humano que partilha o mesmo quadro religioso e social. Mas que quadro religioso é esse?
Os pais não tem tempo nem para eles próprios, quanto mais ensinar sobre Deus para seus filhos. O valores que Jesus deixou ao mundo estão empoeirados nas muitas casas. Valores de como amar, de demonstrar o amor ao próximo, a integridade, o perdão, o respeito, a honra aos pais.

A figuras de homem e mulher no quadro familiar são bastante expressivas na bíblia. Lembrando os modelos sábios descritos por lá, observamos a esposa como uma mulher cristã e celebrada no Livro dos Provérbios. A mulher, se diz, - edifica a
casa com a sua sabedoria, mas pode destruí-la com a sua insensatez. Ela não é somente um acessório do marido, mas o verdadeiro sustento dele, um auxílio que Deus lhe ofereceu desde a criação do mundo, auxílio igual a ele por natureza e dignidade.

(Provérbios 31:10-31) A mulher de valor quem a encontrará? Ela é muito mais preciosa do que
as jóias. Seu marido confia nela plenamente e não precisa de outros recursos. Ela
lhe proporciona sempre alegria, nunca desgostos, todos os dias de sua vida.

Aos filhos se impõe o respeito e obediência para com seus pais.

(Provérbios 1:8;9) Escuta, ó filho as instruções de teu pai e não rejeites os ensinamentos de
tua mãe. Eles serão uma coroa resplendente sobre tua cabeça, colares no teu
pescoço.
(Deuteronômio 5:16) Honra teu pai e tua mãe, como teu Deus, mandou, a fim de que teus
dias na terra se tornem numerosos e sejas feliz na terra que Deus te deu.

Se os filhos devem aos pais submissão e respeito, os pais, por sua vez, têm o dever de educar os filhos sem oprimi-los e nem irritá-los. A primeira coisa que filhos e netos devem apreender como coisa agradável a Deus e de acordo com o Evangelho, é o respeito para com aqueles que lhe transmitiram a vida. Omissão para com os pais e familiares é o mesmo como renegar a fé. Por isso os tempos de crise de fé serão também tempos de crise familiar, caracterizados por um espírito de revolta dos filhos contra os pais, o que se torna sinônimo de revolta contra Deus.

Aceitar o que se lê na bíblia exige das famílias uma lista de compromissos, além de serem condicionados ao tempo e à sociedade atual. O tempo é uma grande limitação e uma pedra no sapato de muita gente por aí, e é ela que nos limita a sermos melhores esposas, melhores maridos, melhores filhos, netos. O pouco tempo que nós mesmos criamos impede que nos tornemos melhores em tudo.

Ao ler a definição de superficial “que toca apenas a superfície da pele, “que não se interessa por coisas importantes”, verificamos que é realmente o que vivemos atualmente. Não que o dinheiro não seja importante, sim, no mundo de hoje, ele é sim. Mas não deveria ser o quanto é. Isto deveria ser uma relação balanceada. Contudo, o valor monetário se tornou com maior peso do que o valor de uma família.
O crédito fica para quem é bem sucedido profissionalmente e não pessoalmente. Por que? A vida pessoal também é uma luta, é um ringue, onde existem pessoas melhores que você e que se quiserem podem até tomar o seu lugar. O lugar de um pai, o lugar de uma mãe. Deveríamos nos preocupar primeiro em tocar o coração de alguém ao invés de nos preocuparmos tanto com a aparência. De que adianta, estar todos muito bem vestidos, se é o ódio que habita no coração, se é a inveja que o corrói? Nada, só torna o mundo mais e mais doente.
Somos superficiais primeiramente no relacionamento com Deus, a primeira falha faz com que todos os outros relacionamentos sejam errôneos.

Pensem nisso,
ass. Jamila S. Costa =D

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Ele está no barco!


Bom, hoje escrevo sobre uma passagem da bíblia que tem me ajudado a confiar e crer a cada dia mais.
Todos nós passamos por momentos difíceis....verdadeiras tempestades. Mas isto ja nos foi advertido na palavra de Deus, na passagem em João 16:33 podemos observar: "Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo".

Mas as vezes nos esquecemos dessa passagem e de muitas outras...passagens que nos mostram que devemos depositar nossa confiança em Deus.

Como acalmar-se diante uma tempestade? Como ter bom ânimo em meio ao desespero?
Sem dúvida alguma precisamos descansar no Senhor. Devemos dominar nossas emoções, nossos medos e deixar que a fé em Deus lidere em nossas vidas.

Constantemente, nos vimos em um mar em cima de um barco, onde a tempestade vem e tenta levar tudo, arrasar nossas vidas e ai que precisamos da fé em Jesus para que ele acalme a tempestade. Temos que crer que Jesus está no barco das nossas vidas e que ele, somente ele, pode cessar a tempestade, parar os ventos. E após a tempestade, meditemos se temos deixado e convidado Jesus a nos ajudar, Ele é educado e só ajudará quando pedido, quando entregarmos à Ele a direção das nossas vidas. Ele deu a sua própria vida por nós e quer que vivamos em abundância. Peça a Jesus que entre no barco da sua vida e mude a sua sorte. Com Jesus no barco podem vir lutas e tempestades, mas nenhuma delas nos abaterá! Você crê? Porque Eu creio! Medite nesta palavra (Marcos 4:35-41). Fiquem na presença do Senhor!

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Colheita abundante em 2009




Amados!!! A Paz do Senhor Jesus que excede todo entendimento!

Bom estava sumida pois junta final de ano que já de praxe ser uma correria e mais casamento, ai triplica a correria. Sim! Eu casei! E muito bem casada!

Mas não vim falar disso...

Na passagem de ano p/ 2009, Deus falou ao meu coração sobre esse ano ser um ano de colheita. Sim, colher os frutos plantados no ano em que passou. Isso me dá muita alegria, pois realmente na minha vida 2008 foi um ano em que eu joguei muitas sementes por ai...algumas terras férteis, outras terras secas e outras mais em rochas. E o que me dá esperança é que ainda existem terras férteis e muitas...esperando as sementes. Eu lançei muitas sementes em terras férteis...e neste ano lanço minha rede para colher os frutos. Espero que este ano seja para nós um ano muito farto, de colheita abundante...não podemos nos esquecer que tudo tem seu tempo, 'tempo para plantar e tempo para colher', não podemos deixar que passe do tempo senão colheremos frutos podres ou se colhermos antes, frutos verdes. Desejo a todos uma boa colheita espiritual, colheita de vidas p/ Jesus, colheita de amor, de paz, de alegria, de amizades.